Imprensa

Share page on

Esporte sem barreiras

Apoiado pela Anglo American, o projeto Xuá de Três aposta no basquetebol como meio de inclusão social

O projeto Xuá de Três, apoiado pela Anglo American, e executado pela Federação Goiana de Basquetebol em Cadeira de Rodas (FGBC) em parceria com a Associação dos Deficientes de Niquelândia (Asdeniq), conquistou excelentes resultados em 2011.

O time de basquetebol em cadeira de rodas de Niquelândia obteve o quinto lugar no Campeonato Goiano de Basquetebol e, em novembro, venceu um amistoso contra a equipe Águias do Gama com um placar de 47 a 28. O time continua disputando partidas amistosas com equipes de diversas cidades como Senador Canedo, Anápolis e Rio Verde, com o intuito de se preparar para o campeonato de 2012, que será dividido em 3 etapas ao longo do ano.

Para a presidente da Asdeniq, Raimunda de Castro Oliveira, o objetivo do time é um dia poder conquistar o primeiro lugar do basquetebol do Centro-Oeste. Para ela, o basquetebol vai muito além de uma mera prática esportiva, é um instrumento de inserção social. “Minha vida mudou muito depois que comecei a praticar esporte. Para mim, é mais um degrau que consegui superar. Jamais pensei que conseguiria sentar em uma cadeira de rodas e jogar basquete. Eu me sinto muito valorizada”, conta Raimunda.

Além disso, ela acredita que o projeto atua como uma injeção de ânimo para os cadeirantes de Niquelândia, que consideram a prática de esporte muito mais que uma atividade de lazer e saúde. “O basquete representa a superação de limites, melhora a autoestima e nos tira da posição de comodismo, o que é de grande importância às pessoas com deficiência física”, destaca.

Segundo Janaine Welch do Amaral, analista de Relações com a Comunidade em Niquelândia, o projeto Xuá de Três está de acordo com a política da Anglo American, que é contribuir com o desenvolvimento das comunidades onde atua. “Além de atender as cidades onde estamos presentes, decidimos apoiar um projeto que traz benefícios para todo o Estado de Goiás, pois a inserção social e o acesso ao convívio e ao mercado são uma causa muito importante”, explica Janaine.

Sobre o projeto

Iniciado em 2009 visando à inserção social do portador de deficiência por meio da prática do esporte, o Xuá de Três já recebeu mais de R$ 1 milhão em investimentos da Anglo American por meio da Lei do Esporte. Ele foi implantado em Anápolis, Senador Canedo, Catalão, Rio Verde e Niquelândia, municípios que possuem equipes em treinamento para o Campeonato Goiano de Basquetebol em Cadeiras de Rodas, e para 2012 está previsto um núcleo do projeto em Goianésia.

O projeto, que foi renovado pela Anglo American com novo aporte financeiro de R$ 237.988,38, possui o nome Xuá de Três em referência ao arremesso mais desafiador em um jogo de basquete.