Imprensa

Share page on

Projeto “Semeando Futuros” chega a Tombos

Os municípios de Natividade e Santo Antônio do Grama também já fazem parte do programa

Para fomentar a economia de Tombos e elevar o faturamento das cooperativas de café do município, a Camargo Corrêa, em parceria com o Instituto Camargo Corrêa (ICC) e a Anglo American, e apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), lança hoje o projeto “Semeando Futuros”.

O investimento no programa será de aproximadamente R$ 605 mil, sendo que R$ 571.607,37 serão provenientes do ICC e R$ 33.140,00 do BNDES como contrapartida de terceiros. O recurso será destinado a capacitações técnicas e de gestão, melhoria da infraestrutura utilizada pelos produtores e ações comerciais.

O projeto, que já foi implantado nos municípios de Natividade e Santo Antônio do Grama, terá duração de 18 meses e ainda visa fortalecer a Cooprosol (Cooperativa de Produção da Economia Solidária de Tombos) por meio de ações voltadas para a melhoria das práticas produtivas da atividade cafeeira, que agreguem qualidade e valor ao café.

A expectativa é de que a iniciativa possa contribuir para que a renda média mensal dos cooperados salte de R$ 450 para R$ 800 e que o faturamento anual da cooperativa passe de R$ 2,492 milhões para R$ 3 milhões. Além disso, a produtividade anual da Cooprosol deverá aumentar em 10% com o programa, 8,8 mil sacas de café. A Camargo Corrêa é a empresa contratada pela Anglo American para gerenciar a implantação do mineroduto do Projeto Minas-Rio.Durante o processo de construção do empreendimento, a mineradora e o ICC estão realizando uma série de investimentos sociais ao longo dos 32 municípios que abrangem o Projeto.

Sobre o Projeto Minas-Rio

Principal projeto mundial da Anglo American, o Minas-Rio está em fase de obras. A empresa investe cerca de US$ 5 bilhões na implantação para atingir a capacidade de produção de 26,5 milhões de toneladas anuais de minério de ferro e abastecer o mercado externo a partir do segundo semestre de 2013. O Minas-Rio inclui uma mina de minério de ferro e unidade de beneficiamento em Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas, em Minas Gerais; o maior mineroduto do mundo com 525 km de extensão e que atravessa 32 municípios mineiros e fluminenses; e o terminal de minério de ferro do Porto de Açu, no qual a Anglo American é parceira da LLX com 49% de participação, localizado em São João de Barra (RJ).