Imprensa

Share page on

Espírito feminino em Barro Alto

Reprolatina, Anglo American e Secretaria Municipal de Saúde promovem atividades em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

Nesta quinta, dia 08, Barro Alto será palco das atividades comemorativas do Dia Internacional da Mulher, que fazem parte das ações do projeto “Vivendo a Adolescência com mais saúde em Barro Alto” promovido pela ONG Reprolatina, com o apoio da Anglo American e da Secretaria Municipal de Saúde. O objetivo é trazer ao público feminino saúde e proteção sob a forma de informação e educação, principais armas para um estilo de vida saudável.

A Reprolatina promoverá uma série de atividades ao longo do dia 08 de março. Uma tenda educativa será instalada na praça central de onde terá início a 2ª Campanha do dia da mulher e a 1ª Campanha do Câncer do Colo de Útero. Na tenda, além do sorteio de brindes, serão distribuídas flores naturais com mensagens sobre a importância do exame de prevenção do câncer do colo de útero e também o de mama. Em Barro Alto, as ações de incentivo para o exame de câncer do colo de útero serão realizadas ao logo de todo o mês de março.

A campanha será divulgada na forma de faixas, carros de som e na rádio local. As frases “Mulher, você é dona do seu corpo e da sua vida, tome as suas próprias decisões!” e “Mulher, só você pode decidir quem toca no seu corpo, o corpo é seu!” serão distribuídas na forma de adesivos. Um dos destaques da campanha é a ação Caixa de Pandora. A atividade visa reunir grupos de 20 mulheres para despertar nelas o amor próprio e a compreensão de sua importância no mundo.

Além disso, panfletos educativos sobre saúde familiar e sexual e preservativos femininos serão distribuídos para toda comunidade. Atividades de educação também serão realizadas com o grupo Renascer, formado por mulheres da terceira idade.

Mulheres no comando
O Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, tem como origem as manifestações das mulheres russas por melhores condições de vida e trabalho e contra a entrada do seu país na Primeira Guerra Mundial. Mas a data só foi oficializada em 1975, pela ONU.

No Brasil, as mulheres, dia após dia, demonstram sua força e lutam pela sua igualdade. Atualmente, elas conquistaram espaços e passaram a ocupar postos de trabalho tidos anteriormente como masculinos. Pela primeira vez no Brasil, o cargo de presidente da república, a maior posição administrativa do país, é ocupado por uma mulher.

No mundo corporativo, o poder feminino também conseguiu moldar a realidade e quebrar antigos tabus. A Anglo American é a única dentre as grandes empresas de mineração que possui na liderança uma presidente mulher, Cynthia Carroll. A CEO afirma que a presença feminina pode trazer benefícios para a linha de produção: “Precisamos de mais mulheres engenheiras, geólogas, especialistas em metalurgia, e também que tenham a habilidade para dirigir caminhões e operar maquinários”, afirma. No Brasil, Cristina Isola, gerente de recursos humanos da Unidade de Negócio Níquel da companhia, reconhece as vantagens da força de trabalho feminina. “As mulheres são mais calmas e concentradas no momento de dirigir maquinários pesados”, afirma Cristina.

Maria Francisca de Santana está na Anglo American há quase dois anos e trabalha como auxiliar de produção na área de Expedição em Niquelândia. Ajuda no enchimento de bags (sacas que armazenam o minério final) e controla o peso do carregamento de carretas. Anteriormente, Maria Francisca compunha a equipe de serviços gerais do Horto Aranha, campo de reflorestamento de eucaliptos da empresa. Agora, sente-se ainda mais realizada por trabalhar na planta industrial: “Eu sempre tive o sonho de ir para a usina. Por isso, comecei a fazer um curso técnico de metalurgia, e assim surgiu a chance. É muito bom trabalhar nessa área. Temos sempre a oportunidade de expandir nosso conhecimento”.

Outro destaque é Keila Aparecida dos Santos. Ela iniciou sua atuação na empresa como mensageira na unidade de Niquelândia e foi promovida a auxiliar administrativo do departamento de Segurança, em uma área majoritariamente ocupada por homens. Há dois anos trabalhando na Anglo American, ela afirma que o trabalho é extremamente satisfatório. “As mulheres ganharam um espaço muito além do que imaginavam, e isso faz com que estejamos mais realizadas profissionalmente. Todos aqui se respeitam, e trabalhamos em equipe pelo sucesso de uma só Anglo American. Sou suspeita para falar, porque meu sonho sempre foi trabalhar aqui”.