Imprensa

Share page on

Anglo American patrocina Exposibram 2011 e debate os rumos da mineração

Cynthia Carroll, presidente global do Grupo Anglo American, abordará em palestra a questão da responsabilidade social corporativa no setor de mineração

A Anglo American é patrocinadora Ouro da 14ª edição do Congresso Brasileiro de Mineração e EXPOSIBRAM – Exposição Internacional de Mineração, eventos que compõem a feira de maior importância para o setor no País e acontecem de 26 a 29 de setembro, em Belo Horizonte (MG).

Sustentabilidade e inovação são os temas que marcam a participação da empresa na edição deste ano. Do estande da Anglo American às palestras de seus executivos, a empresa mostrará como vem avançando na adoção dos mais altos padrões de responsabilidade social em todas as suas atividades a fim de contribuir para o desenvolvimento sustentável das comunidades nas quais possui operação.

Conferindo grande prestígio ao evento, Cynthia Carroll, presidente global do Grupo Anglo American, estará presente no Congresso e abordará em palestra no dia 29 de setembro o tema “Mineração e responsabilidade social corporativa”. A apresentação está marcada para as 12 horas no Auditório Celso Pinto Ferraz.

A programação de palestras da empresa ainda contará com as apresentações de Dorian Emmett, diretor global de Segurança e Desenvolvimento Sustentável, que falará sobre 'Sustentabilidade como valor da empresa' no dia 28; Luiz Humberto Fernandes, gerente geral de Segurança e Saúde da Anglo American Minério de Ferro Brasil, tratando da ‘Segurança e saúde ocupacional: ferramenta de competitividade global na mineração, no dia 28; e Stephan Weber, presidente da Anglo American, Unidade de Negócio Minério de Ferro Brasil, que participará na quinta-feira, 29, do painel ‘Promoção da inovação na indústria mineral’, com o tema ‘A inovação do ponto de vista da produção de minério de ferro’.

Para a Anglo American, o compromisso com a segurança e o desenvolvimento sustentável inclui assegurar que as ações sejam consistentes em todo o Grupo com relação à sociedade, à segurança, à saúde e ao meio ambiente. Esse compromisso assumido por meio de suas unidades de negócios se reflete em ações e projetos desenvolvidos a partir de parcerias com instituições nacionais e internacionais.

Projeto Barro Alto
Investimento de US$ 1,9 bilhão com a expectativa de atingir a produção média de 36 mil toneladas de níquel contido em ferroníquel por ano e contribuir de forma efetiva para as metas de crescimento da Anglo American. O desenvolvimento do Projeto Barro Alto também contempla o compromisso da empresa com a responsabilidade socioambiental. Para isso, foram criadas sólidas parcerias com a comunidade de Barro Alto para gerar um impacto positivo com as operações da empresa na cidade, implementando inúmeros programas de desenvolvimento cultural e de pequenos negócios.

O Projeto Barro Alto também deu grande ênfase à redução do consumo de água, criando um circuito fechado que limita as perdas de evaporação e a captação de água nova a 5%, reutilizando água da chuva em todos os seus processos industriais. Mais de US$ 12 milhões foram investidos em iniciativas de preservação ambiental.

Desde o início do projeto, em 2006, a Anglo American investiu mais de US$ 5 milhões na infraestrutura básica da cidade de Barro Alto, como escolas e um hospital, programas de treinamento para professores e cursos profissionalizantes, e também parcerias com ONGs, como a Reprolatina, CARE Brasil e Agenda Pública. Entre os projetos fomentados estão a melhoria de produção de produtos regionais, como leite, farinha e mel, fortalecimento institucional, iniciativas culturais e educacionais sobre biodiversidade, inclusão de jovens pela música e pelo esporte, além da promoção da saúde sexual e reprodutiva.

Niquelândia
Recebeu em 2010 investimentos de US$ 22 milhões para ampliar a produção, atualmente em 10 mil toneladas de níquel contido em ferroníquel anualmente. No município, entre outras ações, são realizadas atividades para a luta contra a AIDS, que é uma bandeira tradicional da Anglo American e faz parte de sua política de responsabilidade social. A companhia foi uma das primeiras a desenvolver uma ampla estratégia de conscientização e prevenção com o objetivo de minimizar a contaminação entre seus empregados.

Projeto Minas – Rio
O Projeto Minas-Rio, cuja capacidade de produção será de 26,5 milhões de toneladas de minério de ferro por ano a partir do 2º semestre de 2013, representa o maior investimento da Anglo American em todo o mundo: US$ 5 bilhões. Desse total, 79% são investidos em empresas e fornecedores brasileiros. Quando entrar em operação, o Minas-Rio irá gerar 1300 empregos diretos e 3500 indiretos nos Estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro, onde está sendo implementado. Atualmente, há 9500 trabalhadores nas obras de implantação.

Os recursos geológicos (medido, indicado e inferido) de 5,8 bilhões de toneladas garantem a operação do Projeto Minas-Rio por 20 anos, com expectativa de prolongar por mais de 40 anos. O produto final – pellet feed – é considerado de qualidade premium.

A Anglo American aplica 4% do valor total do investimento do Projeto Minas-Rio em programas de desenvolvimento sustentável, da mina ao porto. Dentre eles estão as atividades para treinamento e qualificação da mão de obra e fornecedores locais em Conceição do Mato Dentro, Alvorada de Minas e Dom Joaquim; a implantação de seis estações de tratamento de água nos municípios mineiros de Porciúncula, Natividade e Tombos; e a construção de aterro sanitário de uso compartilhado entre 10 municípios mineiros e fluminenses, por onde passa o mineroduto. A empresa trabalha ainda em parceria com ONGs como Reprolatina na promoção da saúde sexual e reprodutiva das comunidades.

Sistema Amapá
Iniciou a produção de minério de ferro em 2007 e, em 2010, a produção alcançou 4 milhões de toneladas por ano. Em 2011, o objetivo é produzir 4,5 milhões de toneladas. As reservas geológicas são estimadas em 200 milhões de toneladas e representam 15 anos de operação. O Sistema Amapá contribuiu com lucro operacional de US$ 45 milhões no primeiro semestre de 2011.

A Anglo American investe, desde 2008, R$ 3,5 milhões em 22 projetos sociais e ambientais focados em educação, geração de renda, fortalecimento de organizações sociais regionais, e em parcerias com o governo local para beneficiar mais de sete mil pessoas nos municípios de Pedra Branca do Amapari, Serra do Navio e Santana.

Copebrás
Fundada em 1955, a Copebrás é uma das maiores fabricantes de produtos fosfatados do Brasil, produzindo fertilizantes para a agricultura, fosfato bicálcico – DCP (usado em alimentação animal) e outros produtos fosfatados para fins industriais. Com lucro operacional de 81 milhões de dólares e produção de cerca de 1 milhão de toneladas em 2010, possui unidades em Catalão e Ouvidor (GO) e em Cubatão (SP).

A Copebrás preserva o meio ambiente, previne ou minimiza qualquer impacto decorrente de nossas operações, além de demonstrar permanente responsabilidade com os recursos naturais e a biodiversidade, trabalhando com as comunidades locais para assegurar que se beneficiem de nossas atividades.

Mineração Catalão
A Mineração Catalão começou sua produção em 1976 e está localizada nos municípios de Ouvidor e Catalão (GO). Com lucro operacional de 67 milhões de dólares e vendas de 4.000 toneladas em 2010, a Mineração Catalão é uma das três maiores produtoras de nióbio no mundo, exportando o seu produto para as principais siderúrgicas na Europa, América do Norte e Ásia.

Em Catalão e Ouvidor, a Anglo American tem contribuído para alertar mais de 15 mil crianças e jovens em relação ao consumo de drogas e violência por meio de parceria com o PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência).

Serviço
14º CONGRESSO BRASILEIRO DE MINERAÇÃO
Exposição Internacional de Mineração - EXPOSIBRAM 2011
26 a 29 de Setembro de 2011, EXPOMINAS - Belo Horizonte - MG
Promoção do Instituto Brasileiro de Mineração – IBRAM
Mais informações em www.exposibram.org.br